Página 2 de 3

Escritor paranaense lança obra inspirada em “O Senhor dos Anéis” e Harry Potter

02

De tanto mergulhar no universo de grandes nomes da literatura fantástica como J.R.R.Tolkien, C.S.Lewis ou mesmo J.K.Rowling, o escritor paranaense Diego Samuel Binkowski, de 25 anos, resolveu criar o seu próprio universo.

Em “Os Senhores do Tempo: A Espada, O Espelho e O Relógio”, elementos clássicos deste tipo de narrativa como: um idioma local (inspirado em “O Senhor dos Anéis”), animais que falam e subtítulos compostos (em homenagem a “Crônicas de Nárnia”), além de uma complexa estrutura social, ajudam a compor a cor local de Hiskalrih, uma espécie de império parlamentarista (por mais contraditório que possa parecer) que vive momentos de instabilidade após o desaparecimento de Thiago Rafaello Albertoof, um jovem de 16 anos, neto de uma proeminente figura política local.

Outras referências que merecem destaque são “Teoria do Símbolo” e “Teoria da Literatura e Introdução à Literatura Fantástica”, do autor Búlgaro Tzvetan Todorov, que inclusive, inspirou o nome de um personagem: Yuri Todorov, o melhor amigo do protagonista.

Segundo o autor, o projeto “começou a nascer em 2007, por incentivo de uma professora. A história foi escrita e reescrita muitas vezes, algumas do zero. Até tomar a forma inicial de um conto de 50 páginas. Percebi nele um potencial para algo ainda maior e parti para a pesquisa”, comenta.

E a pesquisa levou a elementos culturais e políticos de sociedades como a França e Inglaterra, desde a língua, tradições e personagens marcantes.

As portas para a publicação se abriram após a participação do autor com o conto “Esperança” presente na antologia “Livro dos Novos – Volume 2”, organizada pela também escritora Adriana Sydor, cliente do banco onde Diego trabalhava. “Mostrei os originais do livro a ela e a resposta foi super positiva. Com esse incentivo, levei a ideia a 13 editoras e entre as respostas que recebi, optei pela proposta da Chiado justamente pela possibilidade de publicação internacional, só não esperava que fosse acontecer tão rápido”, comemora.

Embora o primeiro livro esteja ainda para ser lançado, o autor garante que a história é complexa o suficiente para uma série que teria mais quatro continuações, mas que vão depender da resposta do público. Em primeira mão, ele revela que o título planejado para a continuação será: Senhores do Tempo – O Mago Negro e a Varinha. Parece que uma longa jornada está apenas começando.

 

Fonte: gazetadopovo.com.br
Compartilhe:

O Livreiro Online que se adapta a você!

Smartphone, tablet, notebook, netbook, desktop, … ufa! Será que é possível utilizar tantos dispositivos assim ao mesmo tempo? Sim, é possível, e acontece cada vez com mais frequência hoje em dia.

Felizmente estamos preparados para proporcionar uma experiência de uso muito mais confortável ao comprador, permitindo que este concretize uma compra não apenas pelo computador, mas também pelo tablet ou celular, seja onde estiver.

Veja abaixo alguns exemplos de como o nosso portal é exibido para diferentes dispositivos:

Livreiro Online acessado pelo computador:

resolusao1

Livreiro Online acessado pelo tablet:

resolusao3

Livreiro Online acessado pelo celular:

resolusao2

Compartilhe:

Sorteio: Trilogia Jogos Vorazes

Sortearemos no dia 31 de agosto de 2016 o box lacrado com os livros da trilogia Jogos Vorazes.

jogos_vorazes

Para participar:

Acesse o post no Facebook (clique aqui).

1) É preciso curtir a nossa página do facebook para participar.
2) Você tem que curtir, comentar ou compartilhar o post.
Dica: quanto mais compartilhamentos você conseguir, mais chance terá de ganhar.

Frete incluso para todo o Brasil.

Compartilhe:

Um pouco da história do Alfaya Livreiro

Alfaya_Livreiro

Fotografia por Lucília Dowslley (Dowslley Editora), tirada no café e livraria Arlequim, no Paço, no Rio de Janeiro, pouco antes do lançamento do livro “Fronteiras em Liquidação”, ocorrido em Brasília (no dia primeiro de junho) e no Rio, em três de junho (no Museu da República).

Ricardo Ingenito Alfaya, mais conhecido por Ricardo Alfaya, é o responsável pelo Alfaya Livreiro, livraria virtual, mantida no portal Livreiro Online, desde o dia sete de julho deste 2016.   Alfaya nasceu e reside na cidade do Rio de Janeiro. Começou a adquirir livros a partir da adolescência, pois, desde muito cedo, nutriu o projeto de ser um escritor. Por outro lado, ciente de que poucos vivem da arte da escrita, formou-se em Direito (pela UFRJ) e em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo (pela FACHA, Faculdades Integradas Hélio Alonso).  Fez concurso e entrou para o Banco do Brasil S.A., onde trabalhou por 21 anos.  No BB, exerceu cargos de gerência média, ministrou aulas de Relações Humanas e corrigiu provas de redação em concursos promovidos pelo Banco.

Paralelamente a essas atividades, escrevia poemas, contos, artigos e ensaios.  Trabalhou, no início dos anos 80, nos jornais “O Informativo”, da Fundação Getúlio Vargas, e “Perspectiva Universitária”, da Fundação Mudes.  Em 1982, lançou seu primeiro livro de poesia, intitulado “Através da Vidraça”.  A partir de então, mais quatro viriam: “Sujeito a Objetos”, de 2003; “Frutos da Paixão”, de 2009; “Álbum sem Família”, de 2015; e “Fronteiras em Liquidação”, deste 2016, em que comemora, portanto, 34 anos de atividade literária.

– Comecei a adquirir livros, pensando em revenda, algum tempo depois de ter deixado o BB.  Ao mesmo tempo em que comprava para esse fim, incorporava para tal objetivo obras de meu próprio acervo pessoal. Havia também os volumes que recebia por participar de antologias em verso e em prosa.

Porém, Alfaya iniciaria outra atividade em que foi bem-sucedido: a de revisor. Isso fez com que o projeto de se tornar livreiro fosse um tanto adiado, embora ele continuasse a adquirir e incorporar obras com vistas a essa atividade.

– Eu poderia canalizar todo o meu empenho para o trabalho de revisor.  Há dez anos nessa profissão, sempre me surgem clientes.  Porém, a verdade é que tenho uma motivação para a atividade de livreiro que não é a mesma para a de revisor.  Depois da arte da escrita, a venda de livros é a que mais me atrai.  Se pudesse, teria até uma loja nas ruas.  Como não posso, decidi este ano começar na internet.  Escolhi uma data simbólica, o simpático Dia de São Jorge, 23 de abril.  Inaugurei então o “blog” Alfaya Livreiro e comecei a ofertar os livros por lá.  Ao mesmo tempo em que os cadastro, eu os anuncio. Tudo apenas no universo virtual, claro, com cópias de segurança. Muito mais simples e prático.  Pouco depois descobri o Livreiro Online e me pareceu oportuno associar-me.

Segundo Alfaya, o acervo dele hoje se acha em torno dos quatro mil títulos, se considerados também os CDs e DVDs.  Porém, livros é o que prepondera.  Outro aspecto que o livreiro ressalta é que essa atividade o está ajudando na divulgação dos volumes em que é o próprio autor ou um dos autores.  Além disso, vários amigos seus escritores lhe têm doado livros novos para venda, alguns por gostarem de vê-los resenhados por Alfaya.  Exemplares desses livros já se acham em exibição no Livreiro Online, como as obras dos escritores Jarbas Júnior, João Carlos Taveira, Lucília Dowslley, Márcio Catunda e Marcelo Mourão.  E, garante Alfaya, outras mais virão.

Confira o blog do Alfaya Livreiro: http://alfayalivreiro.blogspot.com

Compartilhe:

Sorteio de livros do Harry Potter

Nosso blog parceiro Livros Online sorteará 4 livros do Harry Potter neste domingo. São eles:

  • Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban;
  • Harry Potter e o Cálice de Fogo;
  • Harry Potter e o Enigma do Príncipe;
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Para saber como participar, acesse o link http://www.bloglivroson-line.com/2016/07/sorteio-hp.html.

Compartilhe:

Pequena história do Sebo Camobi

Confira a matéria com o Sebo Camobi para o Jornal Diário de Santa Maria.

Acervo do Sebo Camobi no Livreiro Online: sebocamobi.livreiroonline.com.br

01

Antônio Marcos Guilhermano de Medeiros, 44 anos, tornou sua coleção (e início de acumulação) em negócio. Torcedor do Internacional, no início dos anos 2000, Medeiros passou a adquirir tudo relacionado ao time do coração. De chaveiro a ticket de entrada de jogos.

Em 2005, ele possuía todos os livros já publicados relacionados ao Inter. Somados, todos os itens custaram, em média, R$ 28 mil. Guardados em caixas em uma parte da casa, o material começou a ocupar espaço demais. Na época, a esposa dele deu o ultimato para as caixas sumirem dali.

O jeito foi abrir um negócio: um sebo. No início, eram 60 livros, hoje, são mais de 25 mil itens cadastrados na loja Sebo Camobi.Medeiros confessa que, em determinado momento, teve medo de se tornar um acumulador compulsivo. Às vezes ele pensava no que estava comprando, em como agia, no que fazia e até se sentia incomodado.

– Eu não gostava nem que tocassem nas coisas. Mas, depois repensei e concluí que não tinha motivo de eu colecionar dessa forma, sozinho. Hoje, depois que abri o sebo e me desfiz de parte da coleção, me sinto realizado. Me sinto feliz de ver os livros indo para casa de pessoas que gostam dos temas tanto quanto eu. E tão prazeroso quanto ter uma coleção, é ajudar as pessoas a conseguirem os itens que elas colecionam – afirma.

Fonte: diariodesantamaria.clicrbs.com.br
Compartilhe:

Marcadores de páginas da CoolBookmark

Confira abaixo algumas imagens que separamos para você dos marcadores de páginas que a CoolBookmark desenhou.

Para ver mais, clique aqui.

Fonte: http://etsy.com
Compartilhe:

O acessório perfeito para quem gosta de ler na cama

LiliLite é um acessório pensado em quem gosta de ler na cama. Ele combina abajur com marcador de páginas e prateleira para livros de cabeceira.
A luz é automaticamente ligada quando o livro que está atualmente sendo marcado é retirado. Além disso, também é possível configurar a intensidade da luz manualmente.
Veja abaixo algumas fotos do LiliLite:
Fonte:
http://www.lililite.com
Compartilhe:

Artista japonês cria esculturas em livros apenas dobrando folhas

O artista japonês Yuto Yamaguchi teve a ideia de transformar livros de capa dura em esculturas. O projeto chama-se OruFun e consiste no método de dobrar páginas sem utilizar tesoura. Confira o resultado abaixo:

Fontes:
https://instagram.com/yutoyamaguchi/
http://www.etsy.com/jp/shop/OruFun

 

Compartilhe:

Paisagens europeias fotografadas com a inspiração dos contos dos irmãos Grimm

O fotógrafo alemão Kilian Schönberger capturou a essência de alguns contos dos irmãos Grimm em uma série de fotografias denominada “Divagações  dos irmãos Grimm”. As fotos capturam paisagens e construções da Europa central.

Veja alguns exemplos:

Você consegue identificar quais são os contos dos irmãos Grimm através das fotos?

Fontes:
kilianschoenberger.de
behance.net
Compartilhe:

Página 2 de 3

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén