Categoria: Curiosidades (Página 1 de 2)

As maiores vantagens em vender livros em um sebo virtual

Há muito tempo, Voltaire, um filósofo francês, disse: “A leitura engrandece a alma”. Essa frase perdura até os dias atuais e ecoa com extrema veracidade. A leitura é algo extremamente essencial e tem um papel importante na vida do Ser Humano, pois, além de ampliar o conhecimento, tende a aumentar a capacidade de compreensão, o que torna o indivíduo mais culto.

O ato de adquirir livros em uma livraria muitas vezes se mostra custoso para o leitor, o que pode desanimá-lo no momento de efetuar a compra. Na maioria dos casos, isso acontece com estudantes de faculdades, por exemplo. Mas, para tudo há uma solução!

Já pensou em ter uma estante repleta de livros diversificados, por um valor acessível? Ou poder renovar sua biblioteca e vender aquele livro que você já não usa mais? Se a sua resposta foi sim para pelo menos uma das questões, então saiba que para a sua sorte existe o sebo virtual.

Não tem na livraria, mas tem no sebo

Os sebos virtuais são sites para venda de livros usados, o que facilita muito a compra. Além de oferecerem títulos com valores mais em conta, podem ainda incluir em seus catálogos livros que já estão extintos das livrarias há algum tempo.

O Livreiro Online, por exemplo, é uma plataforma que permite ao leitor, além de comprar livros, poder transformar-se em um vendedor também. Após realizar um breve cadastro no portal, o leitor já pode anunciar os livros que deseja vender.

Esse portal para vender livros usados é bastante eficaz, pois oferece ao leitor a inteira liberdade para que ele possa interagir com quem estiver interessado nos seus livros. Toda a negociação é feita pela plataforma, entretanto é de inteira responsabilidade do vendedor estruturar o processo completo da venda, inclusive quanto à entrega da mercadoria.

Sebo virtual – Livreiro Online, o portal mais completo para vender livros usados

A lém de possuir inúmeros benefícios, o sebo virtual Livreiro Online é extremamente mais barato para anunciar. Outros sites de vendas de livros não oferecem essa vantagem, visto que cobram taxas embutidas no frete, mensalidade e porcentagens sobre a venda, o que muitas vezes encarece o livro.

O Livreiro Online ainda permite a total interação entre vendedor e comprador, outro ponto forte que apenas esse portal disponibiliza. O vendedor ainda pode oferecer três diferentes formas de pagamento: pelo PagSeguro, Paypal ou até mesmo por depósito bancário, tudo isso sem nenhuma intervenção do Livreiro Online.

Sendo assim, o vendedor pagará apenas as taxas do PagSeguro ou Paypal, caso opte por vender utilizando esses meios. Abaixo separamos mais vantagens que o vendedor terá ao anunciar no Livreiro Online:

  • O vendedor pode escolher entre os variados tipos de planos existentes. O plano grátis, por exemplo, permite que o vendedor anuncie até 100 livros, o que é extremamente vantajoso.
  • O Livreiro Online é um portal dedicado exclusivamente à venda de livros, CDs, DVDs – novos e usados. Ou seja, o comprador não precisa procurar entre variados produtos de outra espécie até encontrar o objeto desejado, conforme acontece em alguns dos sites comerciais concorrentes.
  • Os livros possuem descrição e as informações essenciais pertinentes, o que inclui a indicação do preço de capa e do valor do frete, separadamente. E o site ainda dá destaque e estímulo aos livreiros que ofereçam “frete grátis”. Lembrando que não há um valor mínimo de venda.
  • O vendedor poderá possuir um site próprio utilizando a infraestrutura do Livreiro Online. Veja alguns exemplos: sebocamobi.livreiroonline.com.br, alfayalivreiro.livreiroonline.com.br ou sebojerusalem.livreiroonline.com.br.
  • O Livreiro Online contém ainda um sistema exclusivo de mensagens entre vendedores e compradores. Todas as mensagens ficam armazenadas no portal para uma consulta posterior, caso haja necessidade. Essa ferramenta permite que o vendedor tenha mais segurança em relação a usuários ou compras fraudulentas.
  • O livreiro pode ter anúncios gratuitos em destaque no próprio site mantido no portal durante 30 dias. Quando esse período expirar, o vendedor poderá renová-los sem custo algum.

Que tal começar a anunciar hoje mesmo no Livreiro Online? Com todas essas vantagens, fica impossível não querer fazer parte desse universo de livreiros.

Texto: Nathalia Mageste – Revisão: Ricardo AlFaya
Compartilhe:

País das Maravilhas sem Alice?! Resenha – Rainha De Copas

Confira neste post a resenha do livro de Colleen Oakes “Rainha de Copas” feita por Davi do blog O outro lado de cada livro.

 Nem todo conto de fadas tem um final feliz. Esta é a história de uma princesa que se tornou uma vilã. A traição de um pai. Um Reino com um segredo obscuro. Uma princesa lentamente se desfazendo. Como princesa de um Palácio no País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim de chás, tortas e uma série de humilhações cruéis nas mãos de seu pai, o Rei de Copas. O momento mais aguardado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, e futuro Cavaleiro de Copas – e o amor de sua vida. Quando um fascinante estranho chega ao Palácio, Dinah observa como tudo o que ela sempre quis ameaça ruir. Conforme a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos suspeitos e sangrentos sugere que há algo errado acontecendo nos extravagantes salões do País das Maravilhas. Cabe a Dinah desvendar os mistérios que se escondem dentro e fora do Palácio antes que ela perca a cabeça para o inimigo sagaz e sem rosto. Metade fantasia épica, metade conto de fadas distorcido, esta deslumbrante saga terá leitores vibrando com a natureza furiosa de Dinah e o devastar de sua ira no País das Maravilhas. Personagens conhecidos como o gato Chesire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco fazem parte da narrativa que encantará os leitores com uma nova perspectiva do País das Maravilhas, criado por Lewis Carroll.

Você já imaginou o País Das Maravilhas sem Alice?

Pois é, nesse livro nos deparamos com Dinah, a princesa de copas. Filha do Rei De Copas (Óbvio hehehe), é maltratada pelo mesmo, sem nenhum motivo, bêbado e arrogante, autoritário e que adora fazê-la sofrer.

Num belo dia decide expor para todo o reino que traiu a já falecida Davianna (Rainha De copas) e que tinha uma filha, Vittiore.
Vocês já devem imaginar quem então por si só se tornou a queridinha do rei…
Dinah se sente traída, angustiada e perdida, com que direito seu pai falava daquela maneira de sua mãe que não mais podia se defender?

Tudo muito confuso para ela, pois sabia que tudo aquilo era uma conspiração para transtorná-la, mas o tempo passa e algo estranho acontece…
Dois anos se passam e finalmente Dinah pode ter as respostas que tanto cobiça, antes, tem uma noite de sonhos estranhos. Ao acordar depois de estar devidamente  preparada para o banquete, ela recebe junto com seu prato, uma fatia de pão de frutas vermelhas, escrito em letra cursiva “Coma-me” e junto disso um pequeno frasco de vidro com um papel que dizia “Faina Baker, as Torres Negras”.
A partir daí a história passa a se condensar em mais e mais mistérios, ajudada pelo seu melhor amigo Wardley – que também é sua paixão secreta – ela decide buscar pelo seu passado, e tentar salvar seu futuro, mas tudo conspirará para que ela no mínimo morra tentando.
Esse é o primeiro livro da coleção “Queen of Hearts”, do qual já temos o segundo livro, pena que encontramos apenas em Inglês…
Um livro narrado em terceira pessoa, uma diagramação perfeita, uma edição “simples”, mas que nos cativa só de olhar para a linda capa,

Uma nova visão do País Das Maravilhas, uma surpreendente ressurreição das personagens que são mostrados de uma forma que nunca vimos. Gato de Chesire que é repleto de segundas intenções sem sabermos de qual lado está ,o Coelho que sempre insiste que se atrasará e em fim o Chapeleiro Maluco que é nada mais nada menos do que irmão de Dinah.
Pra quem admira um suspense e muita fantasia essa é a melhor escolha para uma leitura, até porque é um livro bem fininho, que deixa aquele gostinho de quero mais!

Compartilhe:

Resenha – Misery: Louca Obsessão

Confira neste post a resenha do livro de Stephen King “Misery: Louca Obsessão” feita por Davi do blog O outro lado de cada livro.

Sinopse:

Nesta trama nos aprofundamos em uma história que podemos considerar como um terror psicológico. Como esperado, Stephen King nos da os mais ricos detalhes de seus personagens, em uma de suas mais intensas criações.
Paul Sheldon é um promissor escritor no qual desfruta de seu auge, com a série de livros de Misery Chastain uma incrível e destemida protagonista, que prendeu milhares de leitores, pagina após pagina.
Um dia ele sofre um acidente de carro, mas é socorrido, teria ele preferido morrer do que ser ajudado?

Sua fã número um…

Podemos dizer que Annie Wilkes (uma enfermeira já afastada de seu cargo) é uma sociopata homicida que não diferencia o “ajudar” do “torturar”, Paul sofre seus piores pesadelos. Drogado com remédios, acaba por se viciar nos mesmos.
Em um inverno cujo ponto alto é a nevasca, ele se vê cercado, em uma casa distanciada de tudo e de todos após ser “salvo” por Annie depois de seu acidente.
Com suas duas pernas quebradas é torturado física e psicologicamente pela louca enfermeira, o motivo? O final de seu último livro da série de Misery Chastain, do qual nada agradou Annie.
Ameaçado de não ter mais seus remédios de que tanto necessita e ser maltratado fisicamente, é obrigado a escrever outro livro, do qual terá que evocar a ressurreição de Misery, mas há um detalhe: ele só pode fazer isso de uma forma justa, não simplesmente escrever “E Misery Chastain ressuscitou”.

Opinião:

De inicio como em toda história, fiquei sem saber o que se passava, mas ao longo dessa trama, pude ver o que o ser humano é capaz de fazer para obter aquilo que deseja, mesmo sendo algo fútil, que não trará nada de bom num futuro próximo.
Sobre as personagens, como sempre o grande Stephen nunca deixa nada a desejar, uma leitura sempre fluída de forma incrível, desvendando os mais lindos e malditos mistérios da mente humana. Somos jogados em um livro onde nos tornamos espectadores em que podemos vivenciar, como se estivéssemos ali, presenciando cada ato, compartilhando dos sentimentos, das ironias impostas ao longo do livro.
Não digo tudo isso de forma presunçosa, muitos que já leram as obras de King sabem do que digo, é simplesmente incrível, há outros livros de terror de excelentes autores com esplêndidas histórias, contudo nada é comparado com o mestre do terror.

Compartilhe:

Sorteio: O Mágico de Oz – Edição Comentada e Ilustrada

Sortearemos no dia 23 de outubro de 2016 o livro “O Mágico de Oz – Edição Comentada e Ilustrada”.

Este livro é ofertado pelo Sebo Jerusalém. Visite o acervo.

sorteio-setembro16

Para participar:

Acesse o post no Facebook (clique aqui).

1) É preciso curtir a nossa página do facebook para participar.
2) Você tem que curtir, comentar ou compartilhar o post.
3) Se você curtir a página do Sebo Jerusalém terá mais chances.

Frete incluso para todo o Brasil.

Compartilhe:

Afinal o que é o crowd publishing?

crowd-publishing

Nem sempre os livros que queremos ler são aqueles que encontramos nas livrarias. Desde que as ideias surgem na cabeça do autor até ao momento em que nos chegam às mãos, as histórias passam por um processo longo e demorado que nem sempre acaba nas estantes das livrarias. Os custos implicados na publicação de um livro são elevados e nem todos os autores conseguem alcançar o apoio dos grandes grupos editoriais, ou mesmo de pequenas editoras.

O crowdfunding, uma nova tendência mundial responsável pela concretização de negócios e ideias, parece ser a solução ideal para colocar nas mãos dos leitores a responsabilidade de decidirem aquilo que deve ou não ser publicado. Embora possa parecer complicado, este processo é até bastante simples. Partindo de uma lógica de financiamento público, toda a comunidade é convidada a escolher os projetos culturais, empresariais ou sociais que merecem ser apoiados. O investimento, através de doações voluntárias, é depois recompensado consoante o montante oferecido. O principal objetivo é dar vida às ideias que de outra forma ficariam guardadas no fundo de uma gaveta.

Embora se tenha começado a fazer notar globalmente entre 2003 e 2005, devido à divulgação proporcionada através da Internet e das redes sociais, esta tendência não é nova. Já no final do século XVIII e início do século XIX haviam surgido vários projetos baseados em investimentos públicos. A própria Estátua da Liberdade foi construída através das doações de 160 mil voluntários.

Mas afinal como é que tudo isto se aplica aos livros? O processo é fácil. Através de plataformas on-line, os autores apresentam as suas ideias e os livros que pretendem publicar, apelando ao apoio dos seus leitores e da restante comunidade literária para conseguirem alcançar a verba mínima pretendida. Mas os benefícios desta tendência não ficam por aqui. Ao contrário do que acontece em editoras tradicionais, onde a escolha das obras fica condicionada, aqui o foco está na opinião dos leitores. Quem lê é que escolhe aquilo que quer ler e ver publicado. Desde grandes clássicos da literatura até novos autores e livros inovadores, tudo é válido nestas plataformas de crowd publishing – apoio público à publicação de livros.

Fonte: www.revistaestante.fnac.pt/afinal-o-que-e-isto-do-crowd-publishing
Compartilhe:

Escritor paranaense lança obra inspirada em “O Senhor dos Anéis” e Harry Potter

02

De tanto mergulhar no universo de grandes nomes da literatura fantástica como J.R.R.Tolkien, C.S.Lewis ou mesmo J.K.Rowling, o escritor paranaense Diego Samuel Binkowski, de 25 anos, resolveu criar o seu próprio universo.

Em “Os Senhores do Tempo: A Espada, O Espelho e O Relógio”, elementos clássicos deste tipo de narrativa como: um idioma local (inspirado em “O Senhor dos Anéis”), animais que falam e subtítulos compostos (em homenagem a “Crônicas de Nárnia”), além de uma complexa estrutura social, ajudam a compor a cor local de Hiskalrih, uma espécie de império parlamentarista (por mais contraditório que possa parecer) que vive momentos de instabilidade após o desaparecimento de Thiago Rafaello Albertoof, um jovem de 16 anos, neto de uma proeminente figura política local.

Outras referências que merecem destaque são “Teoria do Símbolo” e “Teoria da Literatura e Introdução à Literatura Fantástica”, do autor Búlgaro Tzvetan Todorov, que inclusive, inspirou o nome de um personagem: Yuri Todorov, o melhor amigo do protagonista.

Segundo o autor, o projeto “começou a nascer em 2007, por incentivo de uma professora. A história foi escrita e reescrita muitas vezes, algumas do zero. Até tomar a forma inicial de um conto de 50 páginas. Percebi nele um potencial para algo ainda maior e parti para a pesquisa”, comenta.

E a pesquisa levou a elementos culturais e políticos de sociedades como a França e Inglaterra, desde a língua, tradições e personagens marcantes.

As portas para a publicação se abriram após a participação do autor com o conto “Esperança” presente na antologia “Livro dos Novos – Volume 2”, organizada pela também escritora Adriana Sydor, cliente do banco onde Diego trabalhava. “Mostrei os originais do livro a ela e a resposta foi super positiva. Com esse incentivo, levei a ideia a 13 editoras e entre as respostas que recebi, optei pela proposta da Chiado justamente pela possibilidade de publicação internacional, só não esperava que fosse acontecer tão rápido”, comemora.

Embora o primeiro livro esteja ainda para ser lançado, o autor garante que a história é complexa o suficiente para uma série que teria mais quatro continuações, mas que vão depender da resposta do público. Em primeira mão, ele revela que o título planejado para a continuação será: Senhores do Tempo – O Mago Negro e a Varinha. Parece que uma longa jornada está apenas começando.

 

Fonte: gazetadopovo.com.br
Compartilhe:

Marcadores de páginas da CoolBookmark

Confira abaixo algumas imagens que separamos para você dos marcadores de páginas que a CoolBookmark desenhou.

Para ver mais, clique aqui.

Fonte: http://etsy.com
Compartilhe:

O acessório perfeito para quem gosta de ler na cama

LiliLite é um acessório pensado em quem gosta de ler na cama. Ele combina abajur com marcador de páginas e prateleira para livros de cabeceira.
A luz é automaticamente ligada quando o livro que está atualmente sendo marcado é retirado. Além disso, também é possível configurar a intensidade da luz manualmente.
Veja abaixo algumas fotos do LiliLite:
Fonte:
http://www.lililite.com
Compartilhe:

Artista japonês cria esculturas em livros apenas dobrando folhas

O artista japonês Yuto Yamaguchi teve a ideia de transformar livros de capa dura em esculturas. O projeto chama-se OruFun e consiste no método de dobrar páginas sem utilizar tesoura. Confira o resultado abaixo:

Fontes:
https://instagram.com/yutoyamaguchi/
http://www.etsy.com/jp/shop/OruFun

 

Compartilhe:

Paisagens europeias fotografadas com a inspiração dos contos dos irmãos Grimm

O fotógrafo alemão Kilian Schönberger capturou a essência de alguns contos dos irmãos Grimm em uma série de fotografias denominada “Divagações  dos irmãos Grimm”. As fotos capturam paisagens e construções da Europa central.

Veja alguns exemplos:

Você consegue identificar quais são os contos dos irmãos Grimm através das fotos?

Fontes:
kilianschoenberger.de
behance.net
Compartilhe:

Página 1 de 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén